Remédios caseiros e naturais 2

Remédios Caseiros e Naturais: Por que optar por eles?

A eficiência dos remédios caseiros.

Remédios caseiros com certeza remetem a lembrança da avó preparando um chá para curar sua gripe, certo? Alguns são tão, ou mais eficientes que seguro saúde internacional. Veja nesse post!

Verdadeiramente os remédios naturais estão inseridos no cotidiano desde os tempos da infância. Isso porque suas funcionalidades impressionam, devido a ser prático e nada abrasivo ao corpo.

Entupir-se de remédio virou uma rotina no século XXI. Mais e mais as cartelas de remédios para dores de cabeçadores nas costas, nos olhos – e por aí vai – estão inseridos em nosso dia a dia.

Isso se deve a necessidade da cura ou ao vício de não conseguir largar a praticidade da pílula de cura instantânea?

Pois é, provavelmente há uma inclinação leve para a segunda resposta, apesar de possuir uma reluta para desejar a primeira.

No entanto não é o que acontece, infelizmente. Os remédios “artificiais” são buscas rápidas pela cura acelerada. O descongestionante nasal não passa a ser seu companheiro mais frequente à toa.

A fórmula do mesmo é especificada para ser utilizada por x dias/semanas. Mais que isso, as consequências podem ser o vício, e a constante necessidade.

Neste artigo, apresentaremos todos os caminhos e atalhos para fugir dos vícios dos remédios convencionais, e apostar nos remédios caseiros.

A natureza providencia a cura, basta saber quais recursos utilizar.

 

 

Remédios caseiros e naturais 2

Os Benefícios do consumo de remédios caseiros e naturais

As pessoas são descrentes ainda quanto aos efeitos dos remédios naturais. Eles são feitos em casa, e há como saber todo o processo de produção.

Além disso, o consumo em longo prazo pode ser a chave para uma vida mais saudável e prolongada. Pode-se dizer o mesmo dos medicamentos químicos?

Dentre os benefícios do consumo de remédios naturais estão:

  • Em um longo prazo, podem ser eficientes na manutenção do corpo e nada viciantes para controle de enfermidades específicas, como a coriza, por exemplo;
  • São rápidos e fáceis de fazer. Através de chás, por exemplo, o consumo pode ser feito de forma rápida e com abrangência maior ao corpo, se comparado aos remédios químicos que buscam agir em uma determinada região do organismo;
  • Há conhecimento dos ingredientes utilizados. Ou seja, sabe-se o que irá ser ingerido e posto para dentro do corpo;
  • É possível cultivar os ingredientes utilizados no quintal de casa. Sem necessidade de correr para a farmácia a qualquer dor de cabeça sentida;
  • Uma específica receita pode combater inúmeros tipos de doenças. A abrangência e a utilidade se expandem segundo a função de cada um dos ingredientes utilizados, e seguindo seus benefícios para o corpo;

 

6 excelentes plantas para se cultivar em casa

Existe uma infinidade de possíveis plantas a serem cultivadas de maneira prática e simples. Estas poderão (e deverão) ser utilizadas como opções de remédios caseiros.

1) Sálvia (Salvia officinalis)

Excelente opção para quem tem criança em casa. A planta originária do mediterrâneo tem exímias propriedades curativas.

Dentre elas, a propriedade de limpeza de feridas infeccionadas com toda a certeza se encontra no topo da lista.

2) Manjericão (Ocium Basilicum)

Um excelente tempero para compor inúmeros tipos de pratos. Sejam eles saladas ou carnes.

Mas o melhor são as propriedades dessa planta. O manjericão pode ser ingerido de inúmeras formas, e garante combate à febre, inflamação na garganta e, sobretudo, ao cansaço.

3) Losna (Artemisia Absinthium)

O gosto amargo apenas reflete o tamanho de seu poder de cura. Por trás de todo o terrível gosto, está uma planta fundamental para se ter em casa.

Focada nos problemas hepáticos, a losna também é um excelente recurso para prevenção do câncer.

4) Hortelã (gênero Mentha)

Se a losna era terrível, a hortelã chega para dar um sabor especial.

Excelente para inúmeras enfermidades, o chá de hortelã relaxa o organismo e propicia fortalecimento do sistema imunológico.

5) Alecrim (Rosmarinus officinalis)

Um dos melhores para se ter no quintal de casa. Seja para tempero ou para chá, o alecrim demonstra sua eficiência à primeira ingestão.

Voltado para a prevenção de doenças cardiovasculares, o alecrim também é uma excelente opção para dores de cabeça forte ou enxaquecas constantes.

6) Capim-limão (Cymbopogon citratus)

Conhecido também por Capim santo ou Capim cidreira, é fundamental para quem costuma ter náuseas e dores estomacais. Esta excelente planta tem como foco o estômago.

Remédios caseiros são excelentes, mas o capim-limão se torna fundamental para quem não consegue controlar o olho gordo.

 

Remédios caseiros: preço e eficiência

Dessa forma, prestemos atenção nas simples plantas citadas anteriormente. Elas são apenas uma pequena parte de um universo gigantesco de utilizações da natureza para a produção de remédios caseiros.

Gengibre, canela, cravo e entre outros encabeçam a lista.

No entanto precisávamos priorizar aquelas que podem ser cultivadas facilmente em casa.

Com um pouco de pesquisa é possível eliminar os remédios sintéticos do dia a dia. Os remédios caseiros são excelentes alternativas inteiramente naturais para tentar combater, em um primeiro momento, qualquer enfermidade que venha a atingir o corpo.

remédio natural pode ser a saída do vício em usar drogas que apenas são legalizadas para uso medicinal.

Um bom exemplo, a dieta para emagrecer rápido com uso de temperos naturais.

 

E você? Conhece alguma dica de remédio caseiro ou remédio natural?

Ou quem sabe uma outra dica bacana que possamos postar aqui no Saúde em Dicas?


Gostou desse post?

Deixe seus comentários, dicas e ou sugestões abaixo.

 

ASSINE O BLOG E RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

 

 

Sobre o Saúde em Dicas

 

SEJA UM PARCEIRO DO SAÚDE EM DICAS – SAIBA MAIS!

Deixe uma resposta