Dieta dos Pontos

Dieta dos Pontos Com Tabela de Controle

Dieta dos Pontos funciona mesmo?

A Dieta dos Pontos se baseia apenas em uma questão matemática, a qual se mostra bastante eficiente, por ser uma alternativa para quem detesta começar uma dieta por ter de abdicar das coisas que gosta de comer.Veja aqui como funciona.

O endocrinologista Alfredo Halpern é o criador da Dieta dos Pontos. Seu funcionamento é muito interessante, por ir à contramão das outras dietas.

A Dieta dos Pontos se baseia apenas em uma questão matemática, a qual se mostra bastante eficiente, por ser uma alternativa para quem detesta começar uma dieta por ter de abdicar das coisas que gosta de comer.

Halpern entendeu isso, e resolveu trabalhar em cima disso.

O endocrinologista descobriu que, em muito dos casos, as dietas não costumam funcionar por um motivo simples: a restrição.

Se em uma única vez a restrição for quebrada, uma reação em cadeia se iniciará e dará fim à dieta e à vida regrada.

Seja pela falta de atenção ou apenas um pequeno descuido, isso pode acabar desmotivando quem tanto deseja perder peso.

Para quem almeja reduzir medidas, inspirar-se em uma vida mais saudável e deixa no passado os quilinhos a mais que tanto incomodam, mas ainda assim querem ter a liberdade de comer o que gosta, bom… a dieta dos pontos é a ideal para você, com toda a certeza.

 

Como funciona a famosa Dieta dos Pontos?

Existe dentro da Dieta dos Pontos uma tabela que se baseia em: sexo, idade, peso e quantidade de exercícios realizados no cotidiano.

Através desta tabela pré-estabelecida, é determinado quanto esta pessoa deverá ingerir para que consiga chegar a sua meta desejada.

Os resultados são impressionantes, e chegam a beirar a perda de 5kg por mês. Um peso que nenhuma relação possui com a perda de água, mas apenas de gordura alojada, principalmente na região abdominal.

A dieta se baseia na conversão de calorias em pontos, sendo geralmente 3,6 calorias correspondentes a 1 ponto.

Dessa forma, quando descoberto o valor energético do alimento, basta dividir por 3,6 na calculadora do celular, e pronto! O resultado será o número de pontos consumidos oriundos daquele específico alimento.

Após o consumo, é só computar na tabela e não estourar o limite. Como não existe restrição, a quantidade de pontos é que dita a alimentação.

Tudo, absolutamente TUDO, pode ser consumido tranquilamente.

As etapas da Dieta dos Pontos

A Dieta dos Pontos possui etapas bem definidas. Passos, por melhor dizer, que culminam no sucesso da mesma.

Uma ordem cronológica a ser seguida antes mesmo de seguir à risca em busca da perda de peso. Confira:

Passo 1: Estabelecendo o TMB (Taxa Metabólica Basal)

Nesta primeira etapa, o objetivo é o cálculo através de gastos energéticos provocados por funções involuntárias do corpo. Este índice corresponde, basicamente, aos batimentos cardíacos, respiração e atividades da musculatura.

Para realizar o cálculo, a tabela a seguir deve ser seguida:

Mulheres:

  1. 10 a 18 anos – 12,2 x peso (kg) + 746
  2. 19 a 30 anos – 14,7 x peso (kg) + 496
  3. 31 a 60 anos – 8,7 x peso (kg) + 829
  4. Acima de 61 anos – 10,5 x peso (kg) + 596

Homens:

  1. 10 a 18 anos – 17,5 x peso (kg) + 651
  2. 19 a 31 anos – 15,3 x peso (kg) + 679
  3. 31 a 60 anos – 8,7 x peso (kg) + 879
  4. Acima de 61 anos – 13,5 x peso (kg) + 487

 

Passo 2: Calculando o Nível de Atividade Física (NAF) diário:

O cálculo será responsável por atualizar sobre as atividades físicas realizadas pela pessoa.

Juntando o NAF e o TMB será obtido, em seguida, o GET (Gasto Energético Diário).

O cálculo do NAF envolve de atividades físicas mais brandas às mais pesadas, tais como:

  • Muito leve (Nível 1.2) – Atividades básicas, tais como jogos de cartas ou tabuleiro, tempo no computador ou dirigir;
  • Leve (Nível 1.4) – Caminhadas, recreação com filhos, alongamentos básicos.
  • Moderada (Nível 1.6) – Atividades físicas brandas como uma caminhada semanal, corridas esporádicas, natação moderada ou exercícios físicos básicos três vezes na semana.
  • Extenuante (Nível 1.9) – Atividades físicas pesadas realizadas em uma academia, tal como musculação, crossfit e entre outras.
  • Excepcional (Nível 2.3) – Atividades físicas que exijam nível de competição, não havendo restrição de modalidade.
Passo 3: Definindo o Gasto Energético Diário (GET):

O GET será definido a partir da fórmula GET = NAF x TMB para que, assim, possamos definir o NCG (Número de Calorias Gastas).

Para descobrir o NCG, a fórmula a se seguir corresponde a NCG = GET ÷ 3,6.

Passo 4: Definindo o Índice de Massa Corporal (IMC)

Após toda a definição de Gasto Energético Diário com atividades físicas involuntárias, como também as atividades físicas voluntárias, chegou a hora de definir o Índice de Massa Corporal – índice este que será reduzido ao fim da Dieta dos Pontos.

O cálculo do IMC envolve dividir o peso pela multiplicação da altura. Confira no exemplo:

Pessoa com 1,70 de altura e pesando 70kg.
IMC = 70 ÷ 1,70 x 1,70
IMC de 24.2

A tabela abaixo indica o IMC correspondente. Confira:
  • IMC: entre 25 e 29, 9 Mulheres (pontos): 175 / Homens (pontos): 200
  • IMC: entre 30 e 34, 9 Mulheres (pontos): 200 / Homens (pontos): 225
  • IMC: entre 35 e 39,9 Mulheres (pontos): 250 / Homens (pontos): 275
  • IMC: maior que 40 Mulheres (pontos): 300 / Homens (pontos): 325

Ao fim, para saber o gasto permitido diariamente é necessário somente diminuir o número de pontos obtidos do GET (em calorias) pelo número de pontos equivalentes do IMC, indicado na tabela acima.

Por não se tratar de restrição, a Dieta dos Pontos permite o consumo de qualquer tipo de alimento, que seguirá pontos específicos ditando cada alimento. Já que não há restrição, por que não tentar?

Exemplo de Dieta dos Pontos posta em prática:

Uma mulher com 1,70 m, 80 kg, possui 22 anos e pratica leves caminhadas diárias apenas com o objetivo de chegar ao trabalho, nada de exercícios físicos.

O TMB: 14.7 x 80 = 1176
O NAF: Leve, ou seja, 1.4
O GET: 1646 pontos (ou 457 calorias).

Definindo o IMC: 27.6 (Mulher, portanto, 175 pontos).

Quanto esta mulher poderá consumir? GET – IMC = ?

457 – 175 = 282 pontos permitidos para consumo.

Confira CLICANDO AQUI a tabela que corresponde com o número de pontos para cada alimento. 


E você? Conhece alguma dica bacana que possamos postar aqui no Saúde em Dicas?


Gostou desse post?

Então deixe seus comentários, dicas e ou sugestões abaixo.

 

ASSINE O BLOG E RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

 

 

Sobre o Saúde em Dicas

 

SEJA UM PARCEIRO DO SAÚDE EM DICAS – SAIBA MAIS!

Deixe uma resposta