Coração

Como Ter um Coração Mais Saudável

O que fazer para ter um coração mais saudável.

O coração é o músculo mais importante do corpo. E como ter um coração mais saudável, mesmo diante das agitações do cotidiano e as preocupações? Veja aqui!

Existem algumas práticas e hábitos a se adotar para manter o coração sadio e inteiro para o restante da vida. Afinal, ele é o motor principal que coordena as demais engrenagens do corpo. Se ele está com saúde, os demais seguem a linha.

Atualmente vive-se uma crise no que tange a saúde da população. As pessoas estão mais sedentárias, comendo pior e se tornando obesas mais e mais cedo.

A obesidade provoca um aumento de gordura nas artérias, promovendo o entupimento das mesmas.

Isso pode acarretar no aumento das chances de desenvolvimento de problemas cardiovasculares no futuro. No mínimo, um descontrole nos níveis de colesterol. E não é preciso dizer o motivo, não é mesmo?

Prevenindo isso, a OMS (Organização Mundial da Saúde) propôs sete sugestões práticas para se ter um coração mais saudável.

Inúmeros cardiologistas defendem estas dicas, e as tornam quase como um mantra para quem já possui tendências a problemas cardiovasculares (hereditariedade, por exemplo).

Confira as 7 dicas da OMS para ter um coração mais saudável

É preciso atentar, primeiramente, aos hábitos a mudar. O coração precisa da cooperação do dono para funcionar. Não é quebrando regras e estipulando o que é “saudável para si” que o coração responderá positivamente.

Assim, confira as 7 dicas para ter um coração saudável:

1) Não fume

Fumantes aumentam em mais de 50% as chances de desenvolver algum problema cardiovascular em relação aos não-fumantes.

Segundo estimativas, o fumo é o responsável direto ou indireto por 65% das mortes no planeta. A péssima estimativa é que em 15 anos, oito milhões de mortes anuais serão cometidas pelo cigarro.

2) Faça exercícios

Realizar exercícios físicos estimula músculos, coração e pulmão. Eles fazem com que o corpo se movimente, entre em um saudável ritmo e possa se beneficiar disso.

Os exercícios físicos diminuem os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, além dos inúmeros benefícios extras.


3) Controle a pressão arterial

É importante realizar com frequência os testes de pressão arterial. Se ela estiver acima de 12 por 8 (o que é considerado normal) é preciso total atenção e visitas constantes ao médico.

Para quem tem histórico de hipertensão na família, então, a visita se torna mais do que necessária.

4) Controle o peso

Não quer dizer que a pessoa precise ser magra como capa de revista. Não é isso. O que é necessário é verificar com um médico o peso ideal e como ele se adapta.

O melhor peso é aquele que mantém todos os níveis (de pressão, glicose e colesterol estáveis) e evitando sempre o chamado efeito sanfona. Nada melhor uma alimentação saudável para ajudar a melhorar.

5) Tenha uma dieta balanceada

Assim como o peso, não é necessário ser um xiita com a alimentação. Controle o que é consumido, e saiba o que deve ser excluído do cardápio e o que pode ser ingerido esporadicamente.

Controle o que come, e o coração agradecerá.

6) Controle a glicose

Sempre de olho na possibilidade de desenvolvimento de diabetes. Isso é indispensável, pois a glicose em altos níveis pode ser um sinal de que o coração não anda tão bem como o imaginado.

7) Controle o colesterol

O colesterol alto é parte da vida de mais de 40% dos brasileiros. Mais da metade nem imagina que isso aflige o corpo.

As gorduras consideradas ruins invadem o sistema sanguíneo, bloqueando as artérias e sendo deveras prejudicial para o coração.

Portanto, cuidar do colesterol é uma das melhores formas de ter um coração saudável.

Para ter um coração saudável, basta cuidar do corpo

O corpo precisa estar estável, e o coração assim responderá. E vice e versa. O corpo é um grande jogo de cuidados e atenções.

É necessário cuidar de nosso maior bem. Só assim para podermos ficar ao lado das pessoas que mais amamos; cuidando a saúde, prezando por uma dieta saudável e exercícios constantes.

Seguindo à risca essa lista, as chances do desenvolvimento de qualquer tipo de doença precocemente caem drasticamente.

Claro, quando a idade chegar, será inevitável. Mas enquanto a vida tiver flores, por que não abaixar para colhê-las, não é mesmo?

Gostou desse post?
Então deixe seus comentários, dicas e ou sugestões abaixo.

ASSINE O BLOG E RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

 

 

Sobre o Saúde em Dicas

 

SEJA UM PARCEIRO DO SAÚDE EM DICAS – SAIBA MAIS!

Deixe uma resposta